Impermeabilização de Caixa D'Água

 
Atendimento: (11) 3766-9294
Impermeabilização de Caixa D'Água        |        Empresa        |        Contato

Impermeabilização de Caixa D'Água

A umidade causada por vazamentos ou infiltrações pode trazer não só perdas patrimoniais, pode causar danos bem maiores, como afetar a saúde dos moradores ou mesmo gerar um acidente fatal.

Tudo isso em decorrência da infiltração de água que, se não for controlada, pode resultar em prejuízos materiais e oferecer riscos aos moradores. Sabe-se também que ambientes úmidos facilitam a proliferação de microorganismos que podem afetar a saúde.

Dessa forma, uma impermeabilização bem realizada é fundamental para a preservação do patrimônio, a segurança dos usuários e a garantia da funcionalidade de suas instalações, aumentando a vida útil da edificação.

Como é feita a impermeabilização em Caixa D'Água

Impermeabilizante à base de resinas termoplásticas:

Composição resulta em uma membrana de polímero modificado com cimento de excelentes características de resistência, flexibilidade e impermeabilidade.
- Excelente performance de flexibilidade;
- Atóxico. Após a cura é inodoro;
- Excelente aderência quando aplicado sobre superfícies de concreto ou argamassa;

Indicado para impermeabilização de áreas com constante presença de água ou áreas permanentemente úmidas,
como:
- Reservatório de concreto de água potável elevado, apoiado ou enterrado;

Preparação da Superfície:

O substrato deverá estar limpo, sem partes soltas ou desagregadas, nata de cimento, óleos, desmoldantes etc.

Recomendável a lavagem com escova de aço e água ou jato d'água de alta pressão.

Ninhos e falhas de concretagem deverão ser tratados com argamassa de cimento e areia, traço 1:3 amassada com solução de água e emulsão adesiva.

Deve-se calafetar eventuais juntas de dilatação, fissuras e ao redor de tubulações.

Em reservatórios, sobre o substrato úmido, aplique 2 demãos aguardando a secagem entre demãos de 2 a 6 horas.

Esta aplicação tem como objetivo o estucamento e a selagem dos poros do substrato.

Impermeabilizantes e plastificantes e incorporação de fibras sintéticas (polipropileno):

Adicione o componente B (pó cinza) aos poucos ao componente A (resina), misturando mecanicamente por 3 minutos ou manualmente por 5 minutos, obtendo uma pasta homogênea e sem grumos.

Uma vez misturados os componentes A+B, o tempo de utilização desta mistura não deve ultrapassar o período de 1 hora, na temperatura de 25 °C. Passado este período, a utilização não é recomendada.

Sobre a impermeabilização, execute chapisco de cimento e areia, traço 1:2, seguido da execução de uma argamassa desempenada de cimento e areia média, traço 1:3, utilizando água de amassamento composta de 1 volume de emulsão adesiva e 2 volumes de água. Em áreas verticais, estruture a proteção mecânica com tela plástica.

GARANTIA: garantia concedida de até 05 cinco anos em contrato.

VISTORIA: vistoria sem compromisso.

ORÇAMENTO: sem compromisso, enviado logo após a vistoria realizada.

PAGAMENTO: o pagamento é facilitado, podendo ser parcelado de acordo com a obra.

   
Impermeabilização de Caixa D'Água
Impermeabilizar  Caixa D'Água
   
Impermeabilizar  Caixa D'Água
   
Impermeabilização de Caixa D'Água
Impermeabilizar  Caixa D'Água

 

Nossa empresa na vistoria para Impermeabilização da Caixa D'Água verifica também as condições do barrilete.

Chama-se de Barrilete o cano que interliga as duas metades da caixa d’água e de onde partem as colunas de água. Podem ser do tipo ramificado ou do tipo concentrado.

São tubulações verticais que partem do barrrilete, delas saem os ramais de distribuição. Deve-se evitar colocar em uma mesma coluna válvulas de descarga com aquecedores e outras peças. As colunas são dimensionadas trecho a trecho e para isso é necessário dispor de um esquema vertical da instalação, com as peças que serão atendidas em cada coluna.

São as tubulações que partem das colunas e alimentam as ligações dos aparelhos. Podem ser dimensionados pelo consumo máximo possível ou pelo consumo máximo provável. Pelo consumo máximo possível usa-se o método das seções equivalentes, em que todos os diâmetros são obtidos em função da vazão obtida com ½”.

Se a pressão estática ultrapassar 40 MCA (edifícios com mais de 12 andares) é necessário reduzir as pressões. Isto pode ser feito de duas maneiras:

a) Colocando um reservatório intermediário. Porém geralmente a disposição arquitetônica do prédio não permite;

b) Instalando uma válvula redutora de pressão, que pode ser colocada em um pavimento intermediário ou no térreo.


Perguntas e Respostas sobre Impermeabilização de Caixa D'Água


• Em qual tipo de caixa d'água deve-se fazer a impermeabilização?
Caixas de alvenaria e amianto que estiverem apresentando vazamentos, ou como uma forma preventiva.

• Qual o tratamento que se dá a infiltrações na caixa d’água antes de impermeabilizar?
Abertura das trincas, calafetação, e novo revestimento com argamassa e impermeabilizante.

• Quando faço a impermeabilização numa caixa d’água, esta deve permanecer sem uso durante quanto tempo?
Deverá ficar sem uso pelo período aproximado de 07 dias.

• Há algum produto químico na impermeabilização da caixa d’água que pode contaminar a água?
Não. De acordo com o fabricante do impermeabilizante não existem produtos quimicos que contaminem a água.

• Normalmente quanto tempo leva-se para se fazer a impermeabilização numa caixa d’água?
Depende de cada caso, pois temos tamanhos e processos diferenciados.   Ex.: manta - é necessária a remoção completa para que novo revestimento seja feito, ou caixa a partir de 500 lts tem variações de acordo com tamanho e processo.

• O que recomenda-se fazer antes da impermeabilização numa caixa d’água?
Verificar se o local irá sofrer falta de água, se sim, necessita fazer uma manobra para que isso não ocorra, esvaziar a caixa totalmente, retirada de todo revestimento anterior, tratamento das ferragens, aplicação de chapisco e reboco, e aplicação do impermeabilizante.

• Como é feita a impermeabilização numa caixa d’agua?
Primeiro é feita vistoria no local para detectar os problemas e achar as soluções. Esvaziar a caixa totalmente, retirar todo revestimento anterior, tratamento das ferragens, aplicação de chapisco e reboco, e aplicação do impermeabilizante.

• Dependendo do tipo de vazamento utiliza-se um produto especifico para a impermeabilização da caixa d’água?
Não, o que pode variar é o processo antes da impermeabilização, a quantidade de apliacação de cimentocola.

• Uma caixa d’água que não tem vazamento, o produto utilizado é diferente de uma caixa com vazamento?
Sim, isso é importantíssimo se detectar antes da aplicação da impermeabilização numa caixa d’água.

• Existem técnicas na aplicação do produto para a impermeabilização de caixa d’água?
Sim, uma mão de obra qualificada tanto no processo de vistoria do local e posteriormente no processo de aplicação é fundamental para a pefeita execução deste serviço.

• O produto químico utilizado na aplicação da caixa d’água pode ocasionar oxidação em tubulações?
Dê acordo com o fabricante do impermeabilizante não existe essa possibilidade. Vale salientar que somente trabalhamos com produtos renomados no mercado.

• A garantia oferecida na impermeabilização da caixa d’água é dada pelo fabricante do produto ou pela empresa que aplicou o produto?
É dada pela empresa que aplicou os serviços, por isso a certificação de uma empresa especializada é fundamental nesse serviço.

• Existem no mercado diversas capacidades de caixa d’água (250L, 500, 1000L.....), posso fazer a impermeabilização em qualquer capacidade?
Sim, inclusive em caixas de amianto.

Não encontrou sua resposta?

Envie-nos um email:  contato@impermeabilizarcaixadagua.com.br

 
 
Criação : MK Designer